Casamento no Civil – Parte 1

Olá Pessoal,

Atendendo a um carinhoso pedido da minha amiga Renata (que está  arrasando junto com a Karina e a Roberta ) vou tentar dar algumas dicas simples de como sair tudo certo também no Cartório.

Sabemos que as ávidas leitoras privilegiam os preparativos da festa, escolha dos padrinhos, decoração, comes e bebes…Isso é bem mais legal mesmo! Mas não podemos esquecer que pra alegria sair completa o casamento civil (lá no cartório) também é importante.

A primeira dúvida que geralmente surge é a seguinte:

Posso ir em qualquer cartório? E de qualquer cidade?

Não, não. O casal de pombinhos deve procurar um Cartório que é o de Registro Civil das Pessoas Naturais da área que reside. Ahn? Como assim? Explico

Se vc mora em uma cidade grande vc deve ir até o cartório que atende o seu bairro. Aqui em Juiz de Fora, por exemplo, temos três cartórios que faz o registro dos casórios. Neste caso tem que ir em um deles com um comprovante de residência e saber se é aquele mesmo.

Se não for a área daquele cartório o titular tem o dever de indicar qual atende aquela determinada região do seu endereço. Já nas cidades menores como em Vassouras, onde trabalho, geralmente há apenas um cartório que faz o serviço. Então, nestes casos, fica mais fácil.

E se eu morar em Juiz de Fora e meu noivo no Rio? Como fazer?

Aí nesse caso poderá escolher um dos cartórios da área em que mora em cada cidade. O lance é a comprovação de residência de um dos dois!

Quando devo ir ao cartório?

O tempo que o cartório exige varia de lugar pra lugar. O certo é que entre o início da habilitação e a realização não ultrapasse 90 dias. Se passar desse prazo tem que começar tudo de novo. Então, pra que tudo corra bem, o ideal é procurar entre 50 e 70 dias, para que dentro desse prazo ocorra a habilitação e a realização.

E quanto aos documentos? As testemunhas?

Uma coisa que quase sempre causa dúvida é sobre qual documentação levar lá no cartório. Aproveito pra lembrar que os noivos terão que se dirigir ao cartório em pelo menos duas oportunidades (mas o ideal é ir antes e pedir uma folhinha com tudo que tem que levar pra não esquecer nada nem haver erro).

Na primeira vez irão fazer o que a gente chama de habilitação do casamento. Nesse caso será montado um processinho com a identidade, CPF, certidão de nascimento, comprovante de residência dos noivos, dentre outros documentos. Nesta etapa terão que comparecer também duas testemunhas que conheçam os noivos, saibam ler e escrever e sejam maiores de 18 anos. Pode ser parente? Pode sim, sem problemas! Tem que ser as mesmas que irão testemunhar no dia da celebração? Não! Não precisa.

Feito esse processinho digamos que ele sirva para dar a publicidade que aquele casal pretende se casar e há um prazo para que alguém se oponha (aquele papo de fale agora ou cale-se  para sempre… rs). Em alguns Estados do Brasil manda para o Promotor de Justiça dar o OK dele em outros não mais precisa desse envio.

Terminada essa parte os noivos terão que voltar ao cartório para a celebração propriamente dita. E precisarão levar alguma coisa? Não, não. A única exigência será as duas testemunhas que como eu disse poderão ser aquelas da entrada dos “papéis” ou outras a critério dos noivos.

Entrará em cena o Juiz de Paz (esse Juiz não é o mesmo Juiz que julga! É uma pessoa que auxilia o Titular do cartório e vai conduzir a cerimônia). Lembro que os noivos não deverão nutrir grandes expectativas em relação a emoção do casamento civil. Em primeiro lugar, porque, diferentemente da cerimônia simbólica que antecede a festa, não é possível escolher a pessoa que fará a celebração  e quase todos os cartórios concentram as cerimônias “no civil” nas sextas e sábados.

Então, meninas, o esquema lá é vapt-vupt. Entra um casal e sai outro durante praticamente todo o dia.

Bem… E se eu quiser fazer esse casamento civil no próprio local da cerimônia? Ahn? Como assim?

E se eu quiser fazer o casamento religioso e depois ir ao cartório? Pode?

E como é aquele negócio de regime de bens? Comunhão Parcial? Comunhão Universal?

Se a Renata deixar explico tudo direitinho!!!

Gente só um recadinho final. A idéia é dar dicas sem deixar o assunto chato né. Então não me preocupei com rigores técnicos!

Bjo para todas. Parabéns pelo Blog!

Douglas Fontes

 

0 AMEI
avatar21 de novembro de 2011 - 2:45 PM

Renata Cruz - Obrigada Douglas, adoramos!!!
Vai ajudar muitooo!
bjoss

avatar21 de novembro de 2011 - 3:18 PM

Douglas - Ei Renata!
Disponhaaaaa!!!
Sempre que quiser!
O blog está ótimo, fico feliz em contribuir um pouquinho.

Bjokas!

avatar22 de novembro de 2011 - 7:18 PM

vilma - Ficou ótimo Douglas, explicadinho,não podeia ser difernte vindo de vc!!Parabéns

avatar23 de novembro de 2011 - 1:53 PM

Laurinha - Até tu entrou na dança Dougras???
Mandou bem!!!! Valeu as dicas!!!
bjos

avatar19 de abril de 2012 - 11:26 AM

ellen stella de padua correa - A minha mãe vai casar eu ellen quero ser daminha e eu tenho 11 anos eu gosto de ser daminha eu só fui uma vez daminha ai eu estou muito chatiada!!!!!!!!!

Seu email não será publicado ou compartilhado. Preenchimento obrigatório *

*

*

Compartilhe: FacebookPinterestTwitter